Módulo 5 de 5
Em andamento

7/10 História do Cineclube Ankito

7/10
História do Cineclube Ankito
Flávio Machado [Baixada Animada | VER CINE]
Esther Costa [Produtora cultural]



MATERIAIS PRÉVIOS SUGERIDOS:

Sobre Anchizes Pinto, o Ankito
Nascido em 26 de novembro de 1924, na cidade de São Paulo e criado em família circense, começou a carreira como acrobata. Era filho do palhaço Faísca e sobrinho do famoso Piolin. Estreia profissionalmente em 1941, ao participar de quadro circense no Cassino da Urca como acrobata. Em seguida entra para o teatro, quando substitui um ator, e seu desempenho lhe garante a permanência no elenco. Em 1952 ganha as telas de cinema ao criar um tipo ingênuo e divertido com o qual atua em mais de 30 filmes. Ankito morreu em 30 de março de 2009, aos 85 anos, no Rio de Janeiro. Ele residia em um sítio em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. [Fonte: Projeto Brasil, Memória das Artes]
Saiba mais em:
http://portais.funarte.gov.br/brasilmemoriadasartes/acervo/atores-do-brasil/biografia-de-ankito/
https://www.adorocinema.com/personalidades/personalidade-544072/filmografia/

Biografia:
PINTO, Denise Casais Lima. Ankito: Minha vida… meus humores. Rio de Janeiro: Funarte, 2008.

Documentário:
“Viva Ankito” [realização: Centro Cultural dos Correios | direção: Bruno Minzon]


Fotos e cartazes de filmes:


Sobre o Cineclube Ankito
Criado em 2006 por Flávio Machado – à época aluno do Bacharelado em Produção Cultural do IFRJ campus Nilópolis – com o apoio da então coordenadora do curso, Ângela Coutinho, o Ankito é o cineclube mais antigo em atividade no IFRJ. Posteriormente foi assumido como um projeto institucional pela Coordenação de Extensão (CoEx), promovendo sessões regulares de projeção de filmes no auditório do campus e em escolas públicas de seu entorno. Em 2020, ainda vinculado à CoEx, o Ankito correalizou a Iª Mostra Ankito de Cinema e participou ativamente das articulações para a criação da Cines – Rede de Cineclubes do IFRJ. Em 2021 um novo grupo de professores(as) e alunos(as) bolsistas assumiu sua gestão, aprovando o Cineclube como projeto de extensão nos editais de extensão da CoEx e da Pró-Reitoria de Extensão do IFRJ (PROEX). Este curso é a primeira de muitas ações previstas nesta nova configuração.
Saiba mais em:
https://www.facebook.com/cineclubeankito
https://www.instagram.com/cineclubeankito/
https://coexcnil.wordpress.com/cineclubeankito/

Artigos:
LAGE, Giselle. Cineclube Ankito no IFRJ – campus Nilópolis: refletindo sobre a construção de relações sociais e a troca de saberes. In: 6º ENSOC – 6º Encontro Estadual de Ensino de Sociologia. GT 5 – Escola e Sociedade. Rio de Janeiro: FE/UFRJ, 2018.

SEVILHA, Lysis; BACHSCHMIED, Mayara; FERNANDES, Filipe.  Cineclube Ankito. Coisa de cinema. In: Revista Conecta, ASCOM – IFRJ – campus Nilópolis. V. 1, n. 4, 2017, p. 8-9. Disponível em: https://issuu.com/fernandooliveira69/docs/teste_on


Sobre a CINES – Rede de Cineclubes do IFRJ
A Rede de Cineclubes do IFRJ – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, é composta por nove cineclubes – cada um de um campus do IFRJ, com perfis e atuações bastante variadas, são eles: Cine Direitos Humanos – Pinheiral; Cine Humanidades – Niterói; Luz, Câmera, IFRJ em Ação – Paracambi; Cineclube Ankito – Nilópolis; Cineclube Manuel Congo – Eng. Paulo de Frontin; Cineclube Quilombo dos Puris – Resende; Cineclube Velho Brejo – Belford Roxo; IF Cineclube – Rio de Janeiro; IF Cine Volta Redonda – Volta Redonda e tem o apoio da Pró-reitoria de Extensão (ProEx) do IFRJ. Impactados com a suspensão de suas atividades presenciais, no primeiro semestre de 2020,
em decorrência da pandemia do Covid-19, seus responsáveis começaram a conversar sobre os desafios e possibilidades de ações conjuntas no ambiente virtual, bem como estratégias para sua consolidação e fortalecimento.

Entre 30 de abril e 14 de maio de 2021 a Rede promoveu o Iº Ciclo de Conversas Cineclubistas, que teve como tema o “Cineclubismo no Rio de Janeiro”, e contou com a participação de importantes nomes ligados ao movimento cineclubista como Wolney Vianna Malafaia (Colégio Pedro II), Marialva Monteiro (Cineduc), Clementino Jr (Cineclube Atlântico Negro e GEASur/UNIRIO), Heraldo HB (Cineclube Mate com Angu) e Pâmela Ohnitram (Cineclube Xuxu ComXis). Todas as mesas estão disponíveis no canal da Rede no Youtube, e podem ser acessadas pelo link abaixo.
Saiba mais em:
bit.ly/rededecineclubesifrj


Sobre o Baixada Animada
Criado em 2006 pelo produtor cultural Flávio Machado, o Baixada Animada é o mais antigo festival de animação da Baixada Fluminense. Em 2012 o festival foi internacionalizado, passando a se chamar Mostra Ibero-Americana de Cinema de Animação. Em 2020 o evento não ocorreu por conta da pandemia. A 14ª edição do festival “Baixada animada – Mostra Ibero-Americana de Cinema de Animação” foi realizada em 2021 contando em sua programação com diversas atividades como oficinas de animação, palestras e uma mostra competitiva com 96 curtas de animação do Brasil e mais nove países hispano-americanos, além de uma mostra especial de curtas nacionais com recursos de acessibilidade para portadores de deficiência visual e auditiva, que ficou disponível em uma sala virtual no site
oficial do evento. A programação é inteiramente gratuita.
Saiba mais em:
https://www.baixadaanimada.com.br/
https://www.facebook.com/b.animada

Assine de forma gratuita e mantenha-se atualizado. Não vamos encher sua caixa postal. Só o que importa!